Grupos Políticos Municipais

ps1ppd-psd-1cds-pp1cdu1be1pan1mpt1

Calendário de reuniões

loader

20 anos da elevação de Sintra a Património Mundial - texto do Grupo Politico Municipal PS

pvila

Foi em 1992 que a UNESCO decidiu alargar as categorias do Património Mundial, tendo acrescentado a categoria de Paisagem Cultural.

Três anos depois, Sintra tinha como Presidente de Câmara a Drª Edite Estrela (PS) e foi no âmbito do seu primeiro mandato que se desenvolveu a candidatura que viria a obter sucesso e que levaria a Paisagem Cultural do nosso Concelho a ser classificada como Património Mundial no dia 6 de Dezembro de 1995, durante a 19ª Sessão do Comité do Património Mundial da UNESCO, realizada em Berlim.

Em 2015 comemoramos o 20º Aniversário dessa distinção de olhos postos no futuro. Mais do que discursos de circunstância é necessário trabalhar (em conjunto com os diversos parceiros envolvidos na gestão do riquíssimo património natural e cultural de Sintra) para preservar, recuperar, divulgar e colocar ao usufruto dos cidadãos aquilo que constitui um legado único e de incalculável valor.

Saudamos, assim, a recente recuperação efetuada pela Câmara Municipal de Sintra, sob a Presidência do Dr. Basílio Horta (PS), da Quinta da Ribafria (Sintra) e da Quinta Nova da Assunção (Belas), assim como o desbloquear do processo relativo à recuperação do Hotel Netto, na Vila Velha, enquanto sinais de uma política que entende o Património do nosso Concelho (na sua globalidade e não apenas na zona classificada) como algo que deve ser vivido pelos Sintrenses e constituir-se enquanto polo dinamizador em termos sócio económicos.

Ainda em Setembro deste ano foi igualmente assinado um protocolo de colaboração com a Parques de Sintra - Monte da Lua, para a criação do Gabinete do Património Mundial - Paisagem Cultural de Sintra. Este  Gabinete do Património Mundial – Paisagem Cultural de Sintra terá como missão promover a aproximação entre os diversos interessados na zona classificada, através do debate de ideias sobre a gestão e a reabilitação do património, assumindo como objetivo central o acompanhamento e monitorização das exigências da UNESCO no que respeita ao aperfeiçoamento e consolidação da classificação de Sintra como património mundial.

Uma palavra, ainda, para a Escola Profissional de Recuperação do Património de Sintra, fundada em 1989 e que é, hoje em dia, uma escola de referência na formação de técnicos intermédios nas áreas de conservação e restauro do património, no design de interiores e exteriores e na fotografia. A elevada qualidade da formação ali ministrada em áreas relevantes para a conservação e recuperação do Património faz com que, cada vez mais, seja procurada por alunos que chegam um pouco de todo o país e por empresas ligadas àquelas áreas que aqui vêm procurar os melhores alunos finalistas para integração nos seus quadros. O seu contributo na recuperação e conservação da Paisagem Cultural de Sintra merece, assim, o devido destaque e certamente continuará a ter um papel decisivo no futuro, dada a experiência e saberes adquiridos ao longo do tempo.

Vinte anos depois, consideramos, pois, que os sinais são muitos (e positivos) no sentido de honrar a distinção que Sintra mereceu por parte da UNESCO e que é motivo de orgulho (e de responsabilidade acrescida) para todos os Sintrenses.

António Luís Lopes – Líder do Grupo Político do PS – Assembleia Municipal de Sintra

  |  Copyright: Câmara Municipal de Sintra 2017